A importância da IA para a detecção de novos casos do COVID-19

Hospital localizado no Vale do Paraíba utiliza a ajuda da Inteligência Artificial para detectar novos casos do Covid-19.

 

Por meio de uma câmera térmica, o totem instalado na recepção do hospital consegue diagnosticar as pessoas que chegam e que estão com febre (um dos principais sintomas do coronavírus). O mesmo procedimento foi realizado em um Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo.

 

Como o sistema funciona?

 

Para identificar se uma pessoa está com febre o sistema utiliza um algoritmo de reconhecimento facial. A solução consegue identificar e analisar o rosto do paciente além de extrair os pontos referentes ao canto e ao redor dos olhos, descartando os ruídos fisiológicos, como suor por exemplo. Após a detecção do rosto, entra em ação a detecção de temperatura, a intenção deste sistema é registrar apenas os pontos do canto dos olhos, onde estão os canais lacrimais e descartar casos de febre menores que 38°C.

 

Implantação do sistema similar em São José dos Campos

Esse tipo de tecnologia existente permitiu que a Secretaria de Saúde de São José dos Campos, instalasse um programa parecido com o descrito acima há cerca de uma semana. O equipamento foi instalado, também, na recepção do hospital e apita quando alguém no ambiente apresenta temperatura corporal superior a 38°C. A escolha de deixar o aparelho na entrada – recepção – foi fundamental para detecção prévia de possíveis pacientes infectados.

“A grande vantagem encontrada nesse aparelho é a seleção de pessoas dentro de um ambiente em que não se espera a pessoa estar com sintomas. Diferente da “Ala Covid” onde já se sabe que a pessoa está infectada”. Carlos Maganha, Diretor Técnico do Hospital Municipal de São José dos Campos.

Além de detectar, proativamente ,a febre em pessoas o sistema contribui para o processo de triagem, descartando a presença full-time de um profissional para detectar se um paciente está com febre.

“Um dos grandes problemas de detecção pelo Covid-19 é essa: muitas pessoas não apresentam o sintoma. O aparelho colabora para que pessoas assintomáticas sejam tratadas antes mesmo de adentrar ao hospital e acabar contaminando outros”. Carlos Maganha, Diretor Técnico do Hospital Municipal de São José dos Campos.

O que isso tudo quer dizer?

 

Hoje, o Machine Learning (aprendizado de máquina), assim como o Deep Learning (aprendizagem aprofundada), permite automatizar respostas ao usuário a partir da inteligência artificial e de big data e está sendo utilizado na saúde, mas ele também pode ajudar a sua empresa a crescer.

 

Como a IA pode ajudar o meu negócio?

 

Existem inúmeras possibilidades para a Inteligência Artificial contribuir para o desempenho da sua empresa por meio do reconhecimento de padrões e da teoria do aprendizado.

Aproveitamos para elencar alguns benefícios que o manuseio de dados, de forma inteligente, pode ajudar você:

  • Cruzamento de dados para detectar problemas

  • Economia de energia em empresas

  • Análise de padrões interno

  • Análise de padrões externo (clientes e mercado de atuação)

  • Navegação inteligente

  • Leitura e análise de documentos técnicos (principalmente os mais complexos)

 

Gostou dessa matéria? Acompanhe nossas redes sociais, iremos abordar com mais detalhes cada um dos termos citados aqui.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts recentes

Família ISO 27001

A ISO 27001 é a principal norma pela qual uma organização obtém a certificação empresarial em gestão de segurança da informação. Para explicar melhor sobre

Leia mais »